terça-feira, 22 de janeiro de 2013

"PORTO ALEGRE NÃO VAI ABRIR MÃO DO SEU AEROPORTO".


Prefeitura da Capital avalia medidas sobre estudo para construção de terminal na Região Metropolitana.



A Prefeitura de Porto Alegre deve analisar que medidas podem ser tomadas em relação ao estudo da consultoria Pricewaterhouse Coopers realizado a pedido da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento (AGDI), em parceria com a Federação das Indústrias do Estado (Fiergs) e a Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado (Fecomércio-RS). A análise sugere que um aeroporto metropolitano substitua o Salgado Filho. O prefeito em exercício, Sebastião Melo, se reuniu nesta segunda-feira com representantes do setor de Gastronomia e Hotelaria da Capital para debater a questão. "Porto Alegre não vai abrir mão de seu aeroporto", garantiu. 

"Nós avançamos muito e não vamos recuar naquilo que já conquistamos, que é a instalação de novos equipamentos e ampliação da pista”, garantiu Melo. O presidente do Sindicato da Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre (Sindpoa), José de Jesus Santos, afirmou que o setor precisa ter a segurança de que a cidade vai continuar atraindo turistas, empresas e eventos. “Nós somos um setor que depende do turismo e do aeroporto. Sem o Salgado Filho não temos como nos sustentar”, relatou.

Também participaram da reunião representantes do Sindicato de Hotéis de Porto Alegre, da Associação Brasileira de Hotelaria, da Associação Brasileira de Agências de Viagens, do Convention & Visitors Bureau de Porto Alegre e os vereadores João Carlos Nedel e Any Ortiz, além do secretário municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico, Urbano Schmitt, e secretário adjunto do Turismo, Pablo Mendes Ribeiro.

Em paralelo, o prefeito de Guaíba, Henrique Tavares, iniciou uma mobilização regional para que o aeroporto metropolitano, projetado pela PwC no estudo encomendado pelo governo gaúcho e pelas entidades empresariais, fique em Eldorado do Sul. Até então, a lista com possibilidades para a construção do terminal incluía Canoas, Viamão e dois pontos em Guaíba.

Tavares e o prefeito de Eldorado do Sul, Sergio Munhoz debateram o assunto com o secretário estadual do Planejamento, João Motta. Tavares citou um estudo científico, elaborado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), apontando que o ponto mais favorável para um aeroporto metropolitano fica próximo ao aeroclube de Eldorado, às margens da BR 290 e próximo à Praça de Pedágio da Concepa.

Os prefeitos ponderaram que Guaíba e Eldorado do Sul detêm as melhores condições logísticas, além de contarem com acesso facilitado - pelas BRs 116 e 290 - e alternativas fluviais. Motta sugeriu que a iniciativa seja protocolada na Secretaria de Desenvolvimento e Promoção de Investimento. Tavares também projeta para fevereiro um encontro entre os prefeitos de municípios da Costa Doce e da região Carbonífera a fim de obter apoio para o pleito do aeroporto.

Fonte: Correio do Povo

Um comentário:

  1. Pelo visto teremos uma nova novela envolvendo o aeroporto de Porto Alegre...

    ResponderExcluir